Travel & Tourism

Relatório sobre o turismo global do WTTC e Trip.com Group revela mudanças em direção a viagens mais sustentáveis

Turistas devem ostentar em viagens internacionais este ano
“A demanda por viagens está mais forte do que nunca”, diz a Presidente e CEO do WTTC, Julia Simpson

Madrid, Espanha: um importante novo relatório do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) e do Grupo Trip.com, juntamente com a Deloitte, revela um apetite elevado por turismo sustentável entre os consumidores, com 69% dos viajantes buscando ativamente opções de viagens sustentáveis.

Neste relatório de acompanhamento, o WTTC uniu forças novamente com o provedor líder global de serviços de viagens, Trip.com Group e suas principais marcas de consumo Trip.com, Ctrip e Skyscanner, com dados adicionais provenientes da Deloitte, para analisar as tendências que moldaram o setor de Viagens e Turismo no ano passado e continuará a fazê-lo ao longo de 2023.

O relatório, “Um mundo em movimento: mudando as tendências de viagens do consumidor em 2022 e além”, mostra que a sustentabilidade é um elemento-chave da agenda de viagens, com viajantes ansiosos para reduzir sua pegada de carbono e apoiar o turismo sustentável.

De acordo com uma pesquisa incluída no relatório, três quartos dos viajantes estão considerando viajar de forma mais sustentável no futuro e quase 60% escolheram opções de viagem mais sustentáveis nos últimos dois anos.

Outra pesquisa também descobriu que cerca de três quartos dos viajantes de luxo estão dispostos a pagar mais para tornar suas viagens mais sustentáveis.

No ano passado, após mais de dois anos de interrupções nas viagens, os viajantes deixaram claro que o desejo de viajar está muito vivo, com um aumento de 109% nas chegadas internacionais por noite, em comparação com 2021.

De acordo com o relatório, no ano passado, os consumidores estavam dispostos a esticar seu orçamento para seus planos de férias, com 86% dos viajantes planeando gastar a mesma quantia ou mais em viagens internacionais do que em 2019, com os turistas dos E.U.A. liderando a lista como grandes gastadores.

Mas 2023 parece ainda melhor em termos de gastos dos viajantes. Apesar das preocupações com a inflação e a crise do custo de vida em todo o mundo, quase um terço (31%) dos viajantes disse que pretende gastar mais em viagens internacionais este ano do que em 20223.

Além disso, de acordo com o ‘Rastreador do Estado Global do Consumidor’ da Deloitte, no ano passado, mais da metade (53%) dos consumidores globais entrevistados durante o verão disseram que planeiam ficar em um hotel nos três meses seguintes.

Julia Simpson, Presidente e CEO do WTTC, disse: “A demanda por viagens está mais forte do que nunca e nosso relatório mostra que este ano veremos uma recuperação significativa. 2023 está definido para ser um ano muito forte para Viagens e Turismo.

“A sustentabilidade está no topo da agenda dos turistas, e os consumidores destacam o valor que atribuem à proteção da natureza e ao viajar com responsabilidade.”

Jane Sun, CEO do Trip.com Group, disse: “Viagens e Turismo são uma força poderosa para impulsionar a economia global, criar empregos, estimular o crescimento económico e tirar as comunidades da pobreza.

“A região da Ásia-Pacífico, com suas economias dinâmicas e de classe média em rápido crescimento, está bem posicionada para capitalizar o crescimento da indústria e ocupar seu lugar como líder na economia global do turismo.

“Estou otimista com o momento positivo para a retomada global e o crescimento das viagens em 2023, impulsionado principalmente pelos consumidores da China continental, o que ajudará a acelerar a recuperação e o desenvolvimento mundial”.

Scott Rosenberger, líder global do setor de transporte, hospitalidade e serviços, Deloitte Global: “As viagens estão a recuperar-se da pandemia, inovando e atendendo às demandas de tipos alternativos de viagem mais modernos, viagens sustentáveis, viagens de luxo e muito mais.

“Mesmo o aumento das preocupações financeiras causadas pela inflação não está diminuindo o ritmo; incrivelmente, as viagens estão sendo priorizadas e os acordos de trabalho remoto/flexível estão criando novas oportunidades. Estamos envolvendo-nos ativamente com nossos clientes à medida que eles adotam essas novas tendências e criam experiências memoráveis para os consumidores”.

Outras descobertas reveladas no relatório incluem:

  • Estima-se que as vendas de pacotes de férias de sol e mar para 2022 aumentem 75% em comparação com o ano anterior
  • No ano passado, durante o verão, as chegadas internacionais em destinos europeus de sol e praia ficaram apenas 15% abaixo dos níveis de 2019
  • De acordo com a recente ‘Pesquisa de Impacto Económico das Cidades’ do WTTC, em 2022, espera-se que as visitas às principais cidades tenham um aumento de 58% em relação ao ano anterior, menos de 14% abaixo dos níveis de 2019
  • Férias de luxo serão particularmente populares, com vendas de hotéis de luxo estimadas em 92 bilhões de dólares até 2025 (em comparação com 76 bilhões de dólares em 2019)
  • Em uma pesquisa, quase 60% dos viajantes disseram que já estavam pagando para compensar suas emissões de carbono ou considerando isso se o preço fosse o certo

Para aceder a mais informações, leia o relatório na íntegra, clicando aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s