Travel & Tourism

Indústria do turismo retoma níveis pré-Covid com receitas a subirem 20% em 2023

Segundo os dados apresentados pela Statista, as receitas de turismo deverão atingir 716,8 mil milhões de dólares em 2022, revelando um forte aumento homólogo de 45%.

O setor do turismo está a recuperar depois de mais de dois anos e meio, embora ainda esteja vulnerável às condições económicas a nível global, à guerra na Ucrânia e a novas variantes de Covid-19. Segundo os dados apresentados pela Statista, as receitas de turismo deverão atingir 716,8 mil milhões de dólares em 2022, revelando um forte aumento homólogo de 45%. O crescimento da receita deverá continuar em 2023, com as os valores a subirem mais 20% para 852 mil milhões de dólares a nível mundial.

Até à pandemia, o setor turístico assistiu a um crescimento quase ininterrupto durante décadas. Com milhares de milhões de dólares gastos em hotéis, cruzeiros, alojamento local e pacotes de férias todos os anos, o mercado na sua globalidade atingiu um valor de 776,4 mil milhões de dólares em 2019, segundo os dados da Statista.

Após a grande queda de 2020 e 2021, há sinais de que o setor está regressar. O Barómetro do Turismo Mundial indica que as chegadas internacionais de turistas em sete meses de 2022 quase triplicaram face a igual período do ano anterior, chegando a 57% dos níveis pré-pandemia. A Statista prevê que as receitas de turismo e viagens a nível global cheguem a 716,8 mil milhões de dólares até ao final do ano, subindo de 491,5 mil milhões em 2021. Em 2023, as receitas deverão crescer mais 135 mil milhões de dólares, com o mercado a chegar a um valor de 852 mil milhões de dólares.

Contudo, alguns segmentos de mercado continuam mais atrasados. Os hotéis, que são a grande fatia da indústria turística, deverão apresentar receitas de 406,5 mil milhões de dólares em 2023, subindo dos 348 mil milhões de dólares deste ano. Os pacotes turísticos, que representam 32% das receitas totais no próximo ano, contribuirão com 279,7 mil milhões de dólares, mais 22% do que em 2022. Os alojamentos locais seguem-se com 97 mil milhões de dólares de receita em 2023, um crescimento homólogo de 17%.

Embora as receitas da indústria de cruzeiros devam disparar 35% em termos homólogos para 25,1 mil milhões de dólares em 2023, continuam a estar abaixo dos níveis pré-Covid. Em 2019, as viagens de cruzeiro trouxeram 27,5 mil milhões de dólares a nível mundial, mais 2,4 mil milhões do que as estimativas para o próximo ano, diz a Statista.

Hotéis devem atingir 1,1 biliões de utilizadores em 2023

O inquérito da Statista também revela que todos os segmentos da indústria turística deverão assistir a um crescimento substancial a nível de clientes e recuperar totalmente face aos níveis pré-Covid. Os hotéis vão chegar a 1,1 biliões de utilizadores a nível mundial, subindo dos 969 milhões deste ano.

O número de pessoas que recorrem ao alojamento local, o segundo maior segmento em número de utilizadores, deverá aumentar 19% em termos homólogos para quase 840 milhões em 2023. Os pacotes turísticos seguem-se com 513 milhões de utilizadores, um aumento dos 428,6 milhões deste ano.

Embora o número de utilizadores na indústria dos cruzeiros vá crescer 35% em termos homólogos para 24,5 milhões no próximo ano, fica aind aa menos 4,6 milhões do que em 2019.

Em termos globais, a taxa de penetração de utilizador no mercado deverá atingir 24,2% em 2023, igual ao período antes da Covid-19.

Fonte: Ambitur

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s